A Suprema Corte mexicana anulou nesta quarta-feira …

A Suprema Corte mexicana anulou nesta quarta-feira a permissão que o governo mexicano havia concedido a empresa Monsanto para produzir soja transgênica na região Sudeste. A aprovação foi suspensa temporariamente: o Tribunal de Justiça solicitou uma consulta entre os integrantes das comunidades indígenas afetadas em Campeche e Yucatán organizados.

As informações foram publicadas nesta sexta-feira (6/11), no jornal El país.

Segundo o jornal, o argumento apresentado pelo Tribunal foi que a autorização emitida pela Sagarpa, órgão regulador dessas questões, não levou em conta o direito de consulta das comunidades indígenas que foram afetados.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida