Agência dinamarquesa classifica glifosato como cancerígeno

Professor de saúde ambiental alerta: “não usem”

A Agência Dinamarquesa de Ambiente e Trabalho (WEA) declarou o glifosato como carcinogênico, de acordo com reportagem do jornal Nyhederne. Isso significa que será recomendade especial cuidado no uso, e a substituição por outras substâncias menos tóxicas.

A WEA é um órgão subordinado ao Ministério do Trabalho dinamarques. O veredito reforça a decisão do IARC, a agência sobre câncer da Organização Munidal da Saúde (OMS), de que o glifosato é provável cancerígeno.

Philippe Grandjean, professor de saúde ambiental na Universidade do Sul do Dinamarca comentou: “Sabemos que o glifosato causa câncer em outros mamíferos, mas isso ainda não foi demonstrado em humanos. Isto é porque os efeitos não foram investigados com suficiente cuidado em seres humanos. Mas quando vemos que outros mamíferos desenvolvem o câncer a partir do contato com o glifosato, nós devemos assumir que as pessoas expostas a esta substância também correm perigo.”

 

O glifosato é utilizado em muitos jardins dinamarqueses para controlar ervas, mas Grandjean desencoraja o uso.

“Jardineiros devem descartar o glifosato como lixo tóxico. Agrotóxicos tem se mostrado frequentemente mais perigosos do que pensamos, e eu não acho que eles devem estar dentro de nossas casas”, declarou.

O maior uso do Roundup, entretanto, ocorre na agricultura. O glifosato é de longe o agrotóxico mais usado na dinamarca.

Em 2013, 1.389 toneladas da substância foram pulverizadas no solo dinamarques. Grãos para alimento dos animais podem ser pulverizados 10 dias antes da sua colheita.

“É uma substância tão comum, e nosso uso dela é tão extensivo, que este relatório da OMS deve ser seriamente considerado”, disse Grandjean.

Fonte em inglês: http://gmwatch.org/news/latest-news/16206-danish-authority-declares-glyphosate-a-carcinogen

Original (dinamarques) Nyhederne: http://nyhederne.tv2.dk/2015-05-28-roundup-kommer-paa-arbejdstilsynets-kraeftliste


Tagged: ,


'Agência dinamarquesa classifica glifosato como cancerígeno' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida