Agora na Argentina

Agora na Argentina:

Em 5 de Junho de 2015, várias ONGs, coletivos sociais do país, Cátedras da Universidade Publica e profesionais de saúde, direito, ciências sociais e agrárias solicitaram ao SENASA (Servicio Nacional de Sanidad y Calidad Agroalimentaria), o início do procedimento de análise de risco de todos os registros de produtos contendo glifosato.

Durante o processo de tramitação do pedido, pedem que seja restringido o uso do glifosato, com proibição de aplicação aérea, e proibição da fumigação terrestre a menos de 5 km de zonas urbanas, assentamentos, escolas rurais centros apícolas, rios, lagos e poços de extração de água.

Veja também em http://www.contraosagrotoxicos.org/index.php/531-argentina-presentacion-administrativa-solicitando-al-senasa-la-prohibicion-del-glifosato


Tagged: ,


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida