Aumento da violência no campo anuncia cenário de guerra em 2017

O primeiro semestre de 2017 não terminou e três grandes tragédias no campo entraram para a história do país. No Mato Grosso, em abril, nove trabalhadores rurais foram mortos com requintes de crueldade. Em maio, um ataque contra os índios Gamela, no Maranhão, deixou duas vítimas com as mãos cortadas, cinco feridos por bala e outros quinze machucados. O terceiro caso também foi em maio, mas no Pará, foi uma violenta ação da polícia que terminou com dez trabalhadores sem-terra assassinados. “A polícia chegou atirando”, disseram testemunhas que conseguiram fugir.


Tagged: , ,


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida