Cade submete fusão Bayer-Monsanto a tribunal

A Superintendência já concluiu a avaliação do negócio e afirma em nota que “a operação gera concentração horizontal significativa, especialmente nos mercados de sementes de soja e algodão transgênicos (biotecnologia), importantes culturas para a economia do país, pois une dois dos principais concorrentes no mundo, em um cenário já significativamente concentrado e com elevadas barreiras à entrada”.

“A aquisição da Monsanto pela Bayer também favorece a concentração na produção e comercialização da soja e do algodão, agravada pelo fato de que a maioria dos demais concorrentes com atuação no Brasil dependem dessas empresas para obter acesso à biotecnologia utilizada nas sementes”, argumenta a Superintendência.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida