Excelente notícia, vinda justo do celeiro do …

Excelente notícia, vinda justo do celeiro do agronegócio! Um belo recado, não só para as empresas, mas também para uma parecela dos engenheiros agrônomos que não passam de vendedores de agrotóxicos.

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) ajuizou, na última quarta (13), ação civil pública com pedido de liminar contra algumas das maiores produtoras de agrotóxicos do mundo. Juntas, Basf, Du Pont, Monsanto, Nufarm, Syngenta, Adama, Nortox e FMC movimentam mais de 11,5 bilhões de dólares por ano. Pela exposição de trabalhadores a risco de contaminação por manuseio de embalagens de agrotóxicos, as empresas, bem como a Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sapezal (Aeasa) e o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), poderão pagar uma indenização que ultrapassa a casa dos 50 milhões de reais.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida