Greenpeace denuncia garimpos ilegais na Renca

Todos os garimpos clandestinos identificados estão ativos dentro da Floresta Estadual do Paru, uma unidade de conservação, no município de Almeirim, no Pará – local cujo plano de manejo não permite qualquer tipo de exploração mineral. Na área de 4,7 milhões de hectares da Renca existem hoje nove áreas protegidas: sete unidades de conservação e duas terras indígenas.


Tagged: ,


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida