Juventude camponesa protesta contra uso de agrotóxicos no ES

Embalados nas palavras de ordem “Juventude que ousa lutar, constrói o poder popular” , cerca de 120 jovens camponeses do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Pastoral da Juventude Rural (PJR), Movimento de Mulheres Camponesas (MMC) e Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), organizados na Marcha da Agroecologia, caminharam pelas ruas de São Gabriel da Palha (ES) neste último domingo (22/07), para denunciar o uso dos agrotóxicos na produção de alimentos.

Do site Barra

Os jovens distribuíram panfletos da Campanha Permanente contra os agrotóxicos e pela Vida e dialogaram com a população sobre os problemas gerados à saúde pelo uso dos venenos nos alimentos.

Ao passar pelo hospital do município, a juventude fez um minuto de silêncio, em protesto ao descaso vivenciado pelas vítimas dos agrotóxicos. A marcha ainda passou pelas lojas que comercializam venenos, supermercados, prefeitura, encerrando as atividades na Praça Matriz.

Segundo dados oficiais, o Brasil, desde 2008, transformou-se no país que mais compra agrotóxicos no mundo, cada pessoa consome em média 5,2 litros de agrotóxicos por ano nos alimentos ingeridos.

A Marcha da Agroecologia fechou a programação oficial do 3º Encontro Estadual da Juventude Camponesa, realizado nos dias 19 a 22 de julho, em São Gabriel da Palha.

 


Tagged: , , ,


'Juventude camponesa protesta contra uso de agrotóxicos no ES' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida