Lagoa da Pampulha pode ter sido contaminada por agrotóxicos incendiados na Ceasa

O material poluente teria escoado pela rede de drenagem da central de abastecimento para o córrego Sarandi, junto com a água usada pelo Corpo de Bombeiros para apagar o fogo.

Nessa sexta-feira (8), uma mancha escura semelhante à fuligem tomou conta do canal que liga o córrego à lagoa, em frente à Estação Ecológica da Pampulha. A suspeita é de que restos de produtos armazenados em uma loja de defensivos agrícolas tenham causado a contaminação.


Tagged:


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida