Nº de libertados em trabalho análogo ao escravo cai 34% em 1 ano; total é o menor desde 2000

A escravidão não acabou. O agronegócio escraviza.

Uma pena é o título maldoso da reportagem, que leva a crer que houve menos crimes, e não menos fiscalização, como explicado depois.

“Os números podem não mostrar a realidade. Esse tipo de crime invisível, como o trabalho escravo, só pode ser quantificado quando tem visibilidade e, para isso, precisar ter mais fiscalização. Sem fiscalização, não tem visibilidade, e os números dão a impressão que a situação está melhor, resolvida”


Tagged:


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida