Paraquate é banido por ser mutagênico, “só que não”

A prova mais concreta e cristalina de que, para a Anivsa, os interesses econômicos estão acima da saúde da população foi dada ontem.

Depois de 10 anos de reavaliação, a Anvisa finalmente concluiu que o Paraquat deve ser banido, a exemplo do que já ocorre no mundo inteiro

No entanto, mesmo concluindo que a substância apresenta riscos graves e irreversíveis para a saúde, a Anvisa decretou um período de 3 anos de phase-out, ou seja: o paraquat faz mal para a saúde, mas só daqui a 3 anos. Até lá, continuamos contando as vítimas.

De acordo com a agência, o período servirá para que a indústria possa apresentar estudos que comprovem que o Paraquat não é tão mau assim.

Percebam a lógica perversa: mesmo quando nem para a própria Anvisa há mais dúvidas, a dúvida prevalece, e na dúvida, o ônus é da saúde da população.

É um tipo de argumentação que só pode fazer sentido para as mentes ruralistas mais insanas.

Levaram o Paraquat até onde podiam, e agora, quando não há mais jeito, nos deixam mais 3 anos expostos a este veneno para que a indústria possa finalizar seu estoque e ganhar mais um pouquinho. Isso se nenhuma novidade surgir até lá.

Veja a incrível nota da Anvisa buscando justificar o injustificável:

Anvisa finaliza reavaliação toxicológica do Paraquate

Saiba mais:

Anvisa delibera amanhã sobre registro do Paraquate

Este agrotóxico é proibido na Grã-Bretanha. Mas por que ainda é exportado?


Tagged: , , , , , ,


'Paraquate é banido por ser mutagênico, “só que não”' possui um comentário

  1. 20 de setembro de 2017 @ 14:04 Paraquate é banido por ser mutagênico, “só que não” – Campanha Permanente Contra os Contra os Agrotóxicos e Pela Vida

    […] Paraquate é banido por ser mutagênico, “só que não” […]

    Responder


Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida