Projeto de deputado pode suspender registro de agrotóxicos autorizados este ano pelo governo

Ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha apresentou projeto para sustar registro de 60 novos produtos feito pelo Ministério da Agricultura

 

Clique aqui para assinar a favor do projeto

Com o objetivo de suspender os registros de agrotóxicos feitos pelo Ministério da Agricultura este ano, o deputado federal e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP) apresentou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 43/19. A Constituição Federal garante ao Congresso Nacional a prerrogativa de sustar atos do Executivo considerados abusivos à sociedade brasileira.

De acordo com dados da própria pasta da Agricultura, no período de 2015 a 2018 o número de registros autorizados cresceu na ordem de 220%. E com as liberações recentes, o país passou a contar com 2.123 agrotóxicos, se consolidando na liderança do ranking de um dos maiores consumidores de agrotóxicos do planeta.

“É uma agressão à vida e ao meio ambiente, fortemente motivada por interesses econômicos, que envolve indústrias transnacionais, e com a garantia do governo de despejar no Brasil produtos que não são utilizados nem em seus países de origem”, avalia Padilha.  

Na época da publicação dos atos, entre janeiro e fevereiro, o Ministério da Agricultura reconheceu que “nos últimos anos medidas desburocratizantes foram adotadas no âmbito dos três órgãos federais envolvidos (Mapa, Ibama e Anvisa), que possibilitaram o aumento significativo nos números de agrotóxicos e afins registrados”.

“O Ministério da Agricultura e a Anvisa estão se portando como se o PL do Veneno estivesse em vigência no país, ou seja, excluindo qualquer avaliação da saúde e do meio ambiente na definição do registro de agrotóxicos”, aponta o deputado  

O projeto será analisado agora pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois segue para o Plenário da Câmara. Para que o PDL seja votado, Padilha lembra da importância da pressão popular através da assinatura de petição pública no site da Câmara.



'Projeto de deputado pode suspender registro de agrotóxicos autorizados este ano pelo governo' have 34 comments

  1. 14 de março de 2019 @ 17:23 Maria Helena de Camargo

    Completamente de acordo.

    Responder

    • 16 de março de 2019 @ 09:21 NELCI DE LURDES OBUGALSKI

      Barrem os projetos desse louco, senão ira nos matar a todos.

      Responder

      • 16 de março de 2019 @ 12:59 Sirlei Oliveira Girão

        Totalmente contra agrotóxicos

        Responder

      • 16 de março de 2019 @ 13:56 Pato sol

        Desde os anos 90 q os agrotoxcos estao invadindo o Brasil varios presidentes ja autorizaram na calada da noite doses altas demais para q a populaçao suporte essses venenos.
        Temos q legislar para parar.

        Responder

      • 17 de março de 2019 @ 23:40 Regiana Mazuru Uchidomari de Sousa

        Obrigada, querido Alexandre Padilha, pela coragem em nos defender, nestes tempos tão difíceis!!! Você, realmente me representa!!!

        Responder

    • 16 de março de 2019 @ 21:38 Carlos

      Temos que acabar com esses bandidos que roubam agrotóxicos, e vendem por preço de banana, agricultores desonesto que compram e fazem o uso senado do em prou de enriquecimento, ganância….

      Responder

    • 17 de março de 2019 @ 19:00 Denise

      CoCompletamente de acordo. Queremos comida saudável. Não ao excesso de agrotoxicos

      Responder

    • 22 de março de 2019 @ 11:55 Andrea Barros

      O Brasil precisa de mais Agroecologia.
      NÃO MAIS AGROTÓXICOS.

      Responder

  2. 14 de março de 2019 @ 17:25 João Henrique cavalcanti

    Parabenizo o Deputado Alexandre Padilha por essa iniciativa em defesa da saúde da população brasileira.

    Responder

  3. 14 de março de 2019 @ 17:25 Maria Luiza

    Oposição é isso,correr atrás do que é certo!
    Obrigada Padilha!

    Responder

  4. 14 de março de 2019 @ 17:51 Hélio Arruda

    Sou contra a liberação desses agrotóxicos!!!

    Responder

  5. 14 de março de 2019 @ 19:51 Lucelia Lima

    Sou contra a autorização de MAIS agrotóxicos.

    Responder

  6. 14 de março de 2019 @ 19:52 Margaret A Antunes

    É um absurdo liberar agrotóxicos para proteger os amiguinhos.

    Responder

  7. 14 de março de 2019 @ 21:25 Marcos Fernandez

    Muito necessário esse projeto. No momento em que o mundo inteiro reduz a carga de agrotóxicos, o Brasil decide aumentar. Essa decisão equivocada poderá em pouco tempo até prejudicar nossas vendas de produtos agrícolas no estrangeiro, por que vai contra a tendência mundial.

    Responder

  8. 15 de março de 2019 @ 03:54 cesar paiva

    Endereço direto para petição publica no site da camara e maneira de compartilhar ( facil ) em grupos relacionados no face book etc

    Responder

  9. 15 de março de 2019 @ 07:10 Juliana Silvestre da silva

    É revoltante essa luta contra os agrotóxicos. Matando abelhas,borboletas,o ser humano aos poucos, poluindo, acabando com as defesas naturais…que mundo eu vivo? Vou comer o quê? O que vai ser da minha geração? Onde a maior parte come comida espacial,achando gostoso! Zumbis!!!!

    Responder

  10. 15 de março de 2019 @ 07:33 Jose rita araujo costa

    Quero saúde, não agrotóxico.

    Responder

  11. 15 de março de 2019 @ 08:16 Amália katib

    Menos agrotóxicos. Mais saúde.

    Responder

  12. 15 de março de 2019 @ 08:36 Ricardo Carvalho do Nascimento Borges

    Temos que correr já que pelo jeito o recruta zero e o olavao-sem-enem e seu filhinho brucutudeluvas- estão lá com Tio Trump entregando o resto, as ASAS já foram. E pelo zurrar 🐴🐴🐴dos microneurônios reunidos em Blair House (Estábulo doado pelo Tony Blair, lembram?) Já devem estar “fechando ” quantos BRASILEIROS negros serão colocados à disposição da BOÇALIDADE consorciada 😇🤡💩💩pra garbosamente “visitarem ” CARACAS 💀☠🤧. TALKEY? Infelizmente acho que cheguei perto nas intenções intestinais. Mas #NOPASARÁN

    Responder

  13. 15 de março de 2019 @ 13:19 Vera azevedo

    A favor da limitação de agrotóxicos.

    Responder

  14. 15 de março de 2019 @ 15:52 Eduardo Gonsalves paschoal

    Chega de agrotóxicos!
    Agrotóxico mata seres vivos , meio ambiente e seres humanos.
    Sou apicultor e sei do imenso impacto para nossos polinizadores.

    Responder

  15. 16 de março de 2019 @ 00:37 Silvia H Coelho

    Concordo totalmente! Precisamos de alimentos saudáveis para conquistarmos saúde. Chega de veneno!

    Responder

  16. 16 de março de 2019 @ 00:50 Paulo Ferreira Filho

    Não aos venenos.

    Responder

  17. 16 de março de 2019 @ 06:32 Zolmir Frizzo

    A saúde do povo acima do interesses econômicos dos grandes conglomerados do agronegócio.

    Responder

  18. 16 de março de 2019 @ 09:05 Silvia Svezzia

    Sou contra a liberacao de agrotoxico

    Responder

  19. 16 de março de 2019 @ 09:05 Silvia Svezzia

    Sou contra a liberacao de agrotoxico

    Responder

  20. 16 de março de 2019 @ 09:38 Maya

    Não aos venenos

    Responder

  21. 16 de março de 2019 @ 14:48 Beatriz sampaio

    Sou totalmente contra agrotoxicos.

    Responder

  22. 16 de março de 2019 @ 18:39 Márcia Ribeiro

    Chega de matar o povo

    Responder

  23. 16 de março de 2019 @ 19:46 Lucia Britto

    Sou contra.

    Responder

  24. 16 de março de 2019 @ 23:24 carlos donizete pavanello

    nao devia nunca liberar essa porcaria conheço produtor q nao aplica essas porcaria e pior q e adulterado esses veneno

    Responder

  25. 17 de março de 2019 @ 08:12 Daiana Cristina Reolon

    Discordo, é um absurdo envenenar as pessoas e planeta. Precisamos buscar outras soluções para produzir alimentos.

    Responder

  26. 21 de março de 2019 @ 12:54 Noemi

    Contra o agrotóxicos!! A favor da vida saudável!!

    Responder


Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida