Projeto de Lei proíbe pulverização aérea de agrotóxicos em SC

Pulverização aérea é guerra química!

Um relatório apresentado pela subcomissão que debate o tema na Câmara dos Deputados aponta que cerca de 70% dos agrotóxicos aplicados por aviões não atingem o alvo, atingindo o ambiente do entorno, áreas urbanas, rios, animais, propriedades dedicadas ao cultivo orgânico, além de causar a mortalidade de insetos importantes para a polinização das plantas, como abelhas e borboletas.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida