República Velha

Especialistas reunidos pela Defensoria Pública de São Paulo foram taxativos em demonstrar o aumento na incidência de malformações e cânceres em regiões agrícolas do Estado intensivas no uso de agrotóxicos. Concluíram que apenas 30% do produto pulverizado chega às plantações. Cubatão deixou de ser o paradigma de cidade em que os moradores pagam com sua saúde o preço do progresso. Hoje a prevalência de malformação em Cubatão está na média do Estado. A de Franca é o dobro e a do Pontal de Paranapanema, o triplo.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida