Seminário denuncia usa de agrotóxicos na Universidade Federal Rural de Pernambuco

O Núcleo de Agroecologia e Campesinato – NAC registrou e fotografou o uso do herbicida glifosato dentro do Campus da UFRPE. Este veneno, proibido pela ANVISA para uso em zona urbana, está sendo usado em áreas próximas ao Departamento de Engenharia Florestal, do Laboratório de Solos, do Departamento de Tecnologia Agrícola, CEAGRI I e II, do restaurante da Associação dos Professores (Mesa Farta) e da Casa dos Estudantes. Além deste veneno são usados outros pesticidas aqui na Universidade.

No dia 18 de julho será realizado um seminário sobre agrotóxicos e saúde organizado pelo NAC, DCE e ADUFRPE. Confira a programação:

Local: Salão Nobre da UFRPE
Horário: 8:30h
– Palestrante: Aline Gurgel – Gerência de Atenção a Saúde do
Trabalhador – Secretaria Estadual de Saúde
– Depoimentos: Agricultores Clóvis de Barros Luna (Lajedo) e Elias
Soares Carneiro (Ribeirão)
– Exibição do filme: O Veneno está na Mesa 2, de Silvio Tendler
Local: Salão Nobre – UFRPE

11:30h: ENTREGA DE UM DOSSIÊ para a Reitoria da UFRPE com informações sobre os perigos e os impactos dos agrotóxicos e entrega de um abaixo assinado realizado pela comunidade acadêmica solicitando a proibição do uso dos agrotóxicos dentro do Campus da UFRPE

Desde 2008, o Brasil se tornou o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Em 2013, consumimos cerca de 1 milhão de Kg (equivalente) desses produtos.

Esta prática, já abolida pelos agricultores ecológicos, e pelos professores e estudantes que vêm trabalhando na perspectiva da construção de agriculturas mais sustentáveis, já é anacrônica em nossos dias. Entretanto, o ensino, em especial nas Ciências Agrárias, continua reforçando a formação profissional a partir do modelo da Revolução Verde e suas inovações tecnológicas como fertilizantes químicos, agrotóxicos, sementes híbridas e transgênicas, irrigação e maquinário.

Infelizmente, a naturalização do uso de agrotóxicos como algo “normal e necessário” para a produção de alimentos faz com que, inclusive aqui dentro do Campus da UFRPE, em Recife, se use veneno indiscriminadamente.

O Núcleo de Agroecologia e Campesinato – NAC registrou e fotografou o uso do herbicida glifosato dentro do Campus. Este veneno, proibido pela ANVISA para uso em zona urbana, está sendo usado em áreas próximas ao Departamento de Engenharia Florestal, do Laboratório de Solos, do Departamento de Tecnologia Agrícola, CEAGRI I e II, do restaurante da Associação dos Professores (Mesa Farta) e da Casa dos Estudantes. Além deste veneno são usados outros pesticidas aqui na Universidade.

O uso de venenos coloca em risco a saúde das pessoas que circulam no Campus, e, principalmente, a saúde dos professores, servidores e estudantes que têm contato com eles. Estes venenos podem causar sérios danos à saúde, por intoxicações agudas ou crônicas, provocando desde irritações na pele e nos olhos, dermatites, dores de cabeça constantes, náusea, vômitos, malformações congênitas, distúrbios hormonais e até câncer. Por isso, vários estudos científicos têm demonstrado que não há uso seguro de agrotóxicos.

Outro problema é que o nosso Campus encontra-se em uma Área de Proteção Ambiental municipal – APA, onde não deveriam ser usados agrotóxicos e as áreas onde estes produtos são aplicados são próximas aos córregos, canais de drenagem e áreas baixas permanentemente inundadas, cujas águas alimentam o Rio Capibaribe. A UFRPE possui um importante patrimônio natural para o equilíbrio ambiental e para a qualidade de vida dos moradores de Recife e deveria zelar por ele.

A Universidade, que deveria dar exemplo no sentido de evitar a contaminação ambiental, faz o contrário, incentivando o uso de venenos e fazendo o uso de agrotóxicos aqui no Campus.

Reiteramos a solicitação de imediata PROIBIÇÃO DO USO DE AGROTÓXICOS DENTRO DO CAMPUS da UFRPE, em Recife! Lutamos por uma Universidade e por uma educação comprometida com a VIDA e com sistemas produtivos agropecuários sustentáveis!!!!



'Seminário denuncia usa de agrotóxicos na Universidade Federal Rural de Pernambuco' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida