Seminário Regional sobre agrotóxicos acontece em Augustinópolis, dia 22

Organizações não-governamentais do Bico do Papagaio realizam no dia 22 de novembro, na sede da ACOMJUC – Associação da Comunidade dos Jovens Unicos a Cristo, em Augustinópolis, o I Seminário Regional sobre os Impactos dos Agrotóxicos na Saúde e Ambiente.

O evento tem como objetivo sensibilizar a população sobre os prejuízos causados pelo uso excessivo dos agrotóxicos à saúde humana e ao meio ambiente, e ainda alertar sobre a importância do consumo consciente e alternativas de produção com base agroecológica.

A programação inicia às 8 horas com uma mesa de abertura, seguida pela palestra “Modelo agrícola em disputa: agronegócio e agroecologia”, ministrada por Alan Tygel, representante da Coordenação Nacional da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida. Às 10 horas, o professor Wanderlei Pignati da Universidade Federal do Mato Grosso faz palestras com o tema “Os impactos dos agrotóxicos na saúde e no ambiente”.

Já no período da tarde, serão realizadas duas mesas de debate com os temas “Diagnóstico da situação do uso de agrotóxicos no Tocantins” e “Ações desenvolvidas pelo Poder Público estadual e sociedade civil sobre os agrotóxicos” com a participação de representantes do Comitê Estadual, Nacional, Governo do Estado e organizações não-governamentais.

Ainda durante o Seminário será lançada a campanha Contra os Agrotóxicos e Pela Vida com a criação do Comitê Regional da campanha. De acordo com a organização do evento, a expectativa é que cerca de 100 pessoas de diversos municípios da região participem do Seminário, entre estes agricultores familiares, quebradeiras de coco, pescadores, representantes do poder público e organizações não-governamentais.

O Seminário é organizado pela Alternativas para a Pequena agricultura do Tocantins (APA-TO), Fetaet – Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais na Agricultura do Tocantins, AMB – Associação das Mulheres Trabalhadoras Rurais de Buriti , Miqcb – Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu, ASMUBIP- Associação Regional das Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio, COOAF-Bico – Cooperativa de Produção e Comercialização dos Agricultores Familiares Agroextrativistas e Pescadores Artesanais de Esperantina Ltda, Comissão Pastoral da Terra (CPT), Diocese de Tocantinópolis Pastorais Sociais, em parceria com Prefeitura de Augustinópolis e apoio da Cese – Coordenadoria Ecumênica de Serviços, Cáritas Brasileira e Misereor (organização internacional)

Campanha

O Comitê Estadual da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida foi criado em dezembro de 2011 e é composto por 33 organizações da sociedade civil e órgãos governamentais. A Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida foi lançada no dia 7 de abril de 2011, no Dia Mundial da Saúde, por mais de 30 organizações sociais com o objetivo de denunciar a falta de fiscalização e os efeitos prejudiciais dos agrotóxicos, defendendo alternativas como a agroecologia.

Confira a programação:

08h – Mesa de abertura

09h – Palestra: Modelo agrícola em disputa: agronegócio e agroecologia

Alan Tygel – Representante da Coordenação Nacional da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida.

10h – Palestra: “Os impactos dos agrotóxicos na saúde e no ambiente”

Prof. Wanderlei Pignati da UFMT e membro do GT Ambiente/Trabalho da ABRASCO – Associação Brasileira de Saúde Coletiva.

11h – Debate

12h – Intervalo para almoço

13h30 – Mesa redonda: Diagnóstico da situação do uso de agrotóxicos no Tocantins

 Levantamento do Uso do Agrotóxico no Bico do Papagaio – Selma Yuki Ishii: Coordenadora do programa de manejo de agroecossistemas da APA-TO

 Apresentação dos resultados do Estudo do Programa de Resíduos de Agrotóxicos nos Alimentos (PARA) – Sra. Carla Lima- Veterinária da Vigilância Sanitária Estadual

14h15 – Debate

15h – Mesa redonda: Ações desenvolvidas pelo Poder Público estadual e sociedade civil sobre os agrotóxicos

 Sra. Flávia Medina-Fisioterapeuta do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador e representante do comitê estadual da campanha

 Sra. Edna Soares-Gerente do Programa de Vigilância de populações expostas a contaminantes químicos, da Coordenação de Vigilância Ambiental

 Selma Yuki Ishii: Coordenadora do programa de manejo de agroecossistemas da APA-TO

 Alan Tygel: Representante da Coordenação Nacional da Campanha

16h – Debate

16h45 – Formação do Comitê Regional da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida

18h – Encerramento

Mais informações: Comissão Organizadora, Yuki Ishii – APA-TO, (63) 3456-1407 ou 8488-6189



'Seminário Regional sobre agrotóxicos acontece em Augustinópolis, dia 22' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida