Uma tragédia esquecida

“Minha garganta começou a fechar e, de repente, eu comecei a passar mal. Boca seca, falta de ar e uma dor de cabeça insuportável. Era uma sensação de morte”. As lembranças do pânico vivido no dia 3 de maio de 2013 ainda estão bem vivas na memória do professor Hugo Alves. Era por volta de 9h15 quando a Escola Pontal dos Buritis, na zona rural do município de Rio Verde, em Goiás, recebeu uma chuva de agrotóxicos.


Tagged:


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida