Outro documentário já “antigo” – Soja, em nome …

Outro documentário já “antigo” – Soja, em nome do progresso – mostra que já em 2005, há 10 anos, o avanço da soja preocupava ativistas.

Um destaque interessante é olhar sobre o porto ilegal da Cargill, em Santarém. Depois de anos de briga judicial, quando os órgãos da Lei resolveram que o porto era ilegal, ele já estava pronto, e operando.

O filme exibe ainda o momento em que Marina Silva, então ministra do meio ambiente, recebe a notícia sobre o assassinato de Irmã Dorothi durante uma visita a uma resex no Pará. O emocionante enterro desta vítima do agronegócio ajuda a compor o contexto do “progresso” trazido pela soja.


Tagged: ,


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida