Posicionamento da SBEM em Relação ao Projeto de Lei 6.299/2002

Mais uma entidade científica se manifesta contra o Pacote do Veneno: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

A literatura médica apresenta mais de 600 estudos demonstrando o potencial dos agrotóxicos de interferir nos sistemas endócrinos, especialmente no desenvolvimento dos sistema reprodutivo masculino na exposição intra-útero. Vale ressaltar aqui que as principais janelas de vulnerabilidade á exposição dos desreguladores endócrinos são a fase fetal, a infância e a adolescência e que as possíveis alterações epigenéticas causadas pela exposição aos agrotóxicos podem ser transmitidas para as futuras gerações.


Tagged:


Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida