Quem é a turma da Tereza Cristina, a nova ministra da Agricultura

Mas a futura ministra é marcada mesmo por sua ardente defesa dos agrotóxicos. Sua condução na comissão que aprovou o “PL do Veneno”, que flexibiliza o uso de agrotóxicos proibidos no país, lhe valeu o apelido de “Musa do Veneno”. Tereza Cristina figura também entre os parlamentares que mais receberam doações do agronegócio. Em 2018, dos R$ 2,3 milhões arrecadados, R$ 900 mil vieram de empresas do setor – como a Cosan, por exemplo, conglomerado do setor de acúcar e etanol.



Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida