Associação Brasileira de Saúde Coletiva lança 3a parte de dossiê sobre agrotóxicos

capa
O diálogo entre conhecimento científico e popular marca lançamento do Dossiê.

Foi lançada nesta sexta-feira (16) a terceira parte do dossiê sobre agrotóxicos da Associação Brasileira de Saúde Coletiva – ABRASCO. O lançamento ocorreu durante o congresso da entidade, conhecido como Abrascão, que está ocorrendo em Porto Alegre (RS) com participação de mais 8.000 pessoas, sendo maior congresso do gênero na América Latina.

As primeiras duas partes do dossiê “Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde” foram lançadas também este ano, durante o congresso mundial de Nutrição e na Cúpula dos Povos na Rio+20, ambos no Rio de Janeiro. O lançamento foi precedido por uma mística, realizada pela Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, em que foi retratada a trajetória de vida de um camponês que utilizava agrotóxicos e mudou sua vida, transformando seu modelo de produção a agroecologia. 

Segundo Raquel Rigotto, que coordenou a equipe de mais de 20 pesquisadores na elaboração do documento, “junto a um caloroso sentimento de alegria pela construção coletiva entre a ABRASCO e a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, e por tudo que pudemos descobrir mediante os diálogos de saberes e afetos dedicados ao Dossiê, nasce o forte desejo de prosseguir”.

Participaram ainda da mesa Cleber Folgado pela Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, Socorro Sousa, do Conselho Nacional de Saúde, Arilson da Silva Cardoso, secretário de saúde do município de São Lourenço do Sul, representando o CONASEMS, e a Dra. Fatima Borghi, da coordenação do Fórum Nacional de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos do Ministério Público do Trabalho.

Um público de mais de uma centena de pessoas acompanhou o evento, e pode debater com os autores os resultados do trabalho. O dossiê conta com um prefácio escrito pelo intelectual português Boaventura de Sousa Santos. “Gostaria de destacar que o Dossiê, em sua última etapa, constrói com ousadia o que tenho conceituado como a Ecologia de Saberes. Não basta somente reunirmos todo o conhecimento científico produzido pela ciência moderna, mas construirmos um verdadeiro diálogo entre as vozes que emergem dos territórios e que nos trazem informações que não estão nas grandes bases de dados oficiais.”

Boaventura se refere ao segundo capitulo do dossiê, que é formado por cartas escritas por diversas populações atingidas pelos agrotóxicos. O dossiê conta ainda com um capítulo sobre a forma de fazer ciência e um capitulo com proposições acerca de políticas públicas para diminuir o grande impacto que os agrotóxicos vem causando à saúde da população brasileira. Também durante o lançamento foi denunciada a exoneração do Coordenador da área de Toxicologia da ANVISA, Dr. Luis Claudio Meirelles que notificou ao Ministério Público a ocorrência de fraudes na liberação de agrotóxicos para o mercado brasileiro sem a devida análise toxicológica na ANVISA . O presidente da Abrasco irá encaminhar, durante o congresso, uma carta ao Ministro da Saúde solicitando uma investigação imediata dos fatos.

Perspectivas

Ao final, com o fechamento desse ciclo, o grupo Inter-GTs de Dialogos e Convergências da ABRASCO propôs o seguimento da iniciativa nas palavras de Raquel Rigotto: “Se a Campanha contra os Agrotóxicos e pela Vida já se expande pela América Latina, nós também nos sentimos chamados a articular nossos pares e as vozes dos territórios, irmanados pelos mesmos sonhos e utopias, para construir uma nova etapa: o Dossiê Latino-americano sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde”.

A terceira parte do Dossiê, junto com as outras duas, pode ser obtido no Dossiê Virtual: http://greco.ppgi.ufrj.br/DossieVirtual/, no site da Campanha Contra os Agrotóxicos: www.contraosagrotoxicos.org e em breve do site da ABRASCO www.abrasco.org.br.



'Associação Brasileira de Saúde Coletiva lança 3a parte de dossiê sobre agrotóxicos' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida