Em Pernambuco, campanha doa 200kg de sementes crioulas de milho para plantio

Objetivo é incentivar plantio de milho para colheita no mês de junho, período das festas de São João

Por Rani de Mendonça Brasil de Fato | Recife (PE) |

Base da alimentação de boa parte dos brasileiros, o milho é um cereal que, como qualquer outro produto, apresenta suas peculiaridades no que diz respeito ao plantio. Por isso, pensando em incentivar a agricultura urbana agroecológica e a soberania da população das cidades do Recife e da região metropolitana da capital pernambucana que a Campanha Mãos Solidárias lançou, na terça-feira (23), a campanha “Plante o Milho do São João”.

Para Paulo Mansan, da coordenação da Campanha Mãos Solidárias e dirigente estadual do Movimento do Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), esta iniciativa é mais um passo para o enfrentamento da volta da fome. “Nós queremos também incentivar a agricultura urbana, para que mais pessoas comam o que plantam. E o milho é bastante emblemático para Pernambuco. Queremos, com isso, semear a solidariedade para colhermos muitos quintais produtivos, muitas hortas comunitárias nas cidades”, conta.

A ação é promovida pelo MST, pelo Movimento Camponês Popular e pelo Centro Sabiá, em parceria com a Secretaria Executiva de Agricultura Urbana do Recife. Vão ser doados cerca de 200kg de sementes de milho para pessoas ou organizações das cidades contempladas pelo projeto que queiram cultivar o cereal.

Temporada de plantio

Fatores ambientais como falta de água, temperatura e luminosidade afetam o seu crescimento e a produção do milho. No Nordeste, o plantio se concentra majoritariamente entre os meses de março e abril.

É com a plantação iniciada nesse período que as comidas tradicionais das festas de São João são feitas, já que as comemorações celebram o período da colheita. Tradicionalmente são os agricultores familiares que plantam, não só o milho, mas 70% da comida que chega na mesa dos brasileiros. 

Como receber sementes

Para receber as sementes, basta se inscrever através deste link e aguardar o contato dos movimentos da organização para saber como será a entrega. As doações serão feitas de acordo com ordem de inscrição, até completar os 200kg de sementes.

A distribuição será em referência ao tamanho da área disponível para o plantio. As áreas de 500m², recebem um pacote de 1 kg de sementes; 400g de sementes para  200m² e 200g para as áreas de 100m². Quem tiver disponibilidade de 50m² ou 25 m² deve receber 100g e 50g de sementes, respectivamente.

Fonte: BdF Pernambuco



'Em Pernambuco, campanha doa 200kg de sementes crioulas de milho para plantio' não possui comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida