Pacote do Veneno é aprovado no Senado

Com apenas um voto contrário, da Senadora Zenaide Maia (PSD/RN), foi aprovado na tarde desta terça-feira o projeto de Lei 1459/2022, mais conhecido como Pacote do Veneno.

O Brasil perdeu com isso a oportunidade de aperfeiçoar seu marco legal sobre agrotóxicos, apontando para o futuro de uma agricultura sustentável, e optou pelo retrocesso de uma lei que deixa inclusive brechas para o registro de agrotóxicos cancerígenos.

O Brasil chegará a COP28, que se inicia nesta semana em Dubai, com péssimas credenciais e muita dificuldade de sustentar na prática o seu discurso de pretensa liderança ambiental.

Mais uma vez, a bancada ruralista mostra seu caráter arcaico ao aprovar uma lei em defesa de seus próprios interesses, que nada têm a ver com a vontade da sociedade e as necessidades de um mundo em pleno colapso ambiental.

A sociedade brasileira organizada conseguiu segurar este projeto por quase dez anos. Conseguimos reduzir alguns danos, porém o caráter central do projeto se manteve: facilitar ainda mais a liberação e o uso de agrotóxicos, e dificultar uma transição agroecológica.

A Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida reafirma seu compromisso com a sociedade em seguir de forma incansável em defesa de uma agricultura saudável. A partir de agora, lutaremos firmemente por um veto do presidente Lula, certos de seu compromisso com o combate à fome a partir da produção de alimentos saudáveis.

34 comentários

    • Inconcebível que um projeto que decreta a morte da terra por contaminação do solo e dos lençóis freáticos num nível maior do que já temos, que impacta na saúde das pessoas provocando doenças graves, tenha sido aprovado. Espero o VETO do PRESIDENTE LULA. A luta continua.

  1. O Senado brasileiro acaba de aprovar o genocídio paulatino da população trabalhadora brasileira. Urge iniciar uma campanha de denúncia do nome de cada um dos senadores que votaram por esse genocídio com frequência.

    • Quero saber a lista dos traíras de esquerda que votaram a favor do crime, em nome de uma governabilidade fajuta, que os faz empenhar a consciência e o voto dos seus eleitores.

    • Como sempre a corda arrebenta pelo lado do mais fraco e a população desprovida de recursos ficará com os malefícios…
      os benefícios ficarão com aqueles que sempre se venderam e acham q tudo estará muitíssimo bem…a justiça chegará p todos…

  2. Um absurdo a falta e respeito a natureza, solo e todo trabalho agro ecológico do produtor, que preserva integridade daquele solo.
    Triste a falta de consciência

  3. O agro não está preocupado com a saúde do brasileiro, mas com seus lucros
    Podemos lutar por uma agricultura saudável.

  4. Veta esse absurdo, presidente Lula. O agro é tóxico – não dá a mínima importância para a saúde dos brasileiros. Aposto que os senhores do agro comem alimentos orgânicos. E viva o MST!

  5. Lula tem primeiramente que pedir autorização para o Joe Biden para vetar alguma coisa ou outra deste projeto de lei e depois, como sempre, entregar mais una fatia do governo para os donos do dinheiro no Brasil…

  6. Aqueles que foram eleitos para serem os guardiães do bem das pessoas, os senadores, aprovam uma lei que abre as portas para práticas franca e sobejamente sabidas atentatórias contra uma vida saudável. Que desastre!

  7. A aprovação pelo Senado Federal do PL 1459/22 significa um enorme retrocesso para o Brasil, no que diz respeito à formulação e adoção de políticas públicas voltadas para a redução do uso de agrotóxicos e desenvolvimento da Agroecologia. Com esse ato a bancada do Ogronegócio e grande parte dos senadores decretaram o Ecocídio no Brasil. Porque Ecocídio, abrange não apenas a destruição da nossa Mãe Terra, mas também de seus habitantes!! Isto demonstra que a lógica do Ogronegócio é o lucro acima de tudo, inclusive da própria vida! Hoje já existem tecnologias inovadoras e acessíveis para o controle de pragas e a melhoria da produção agrícola sem o uso de agrotóxicos. Afirmar a vida e a luta contra os agrotóxicos é questionar o Ogronegócio. Afinal, é a produção de commodities agrícolas em larga escala que aprofunda a dependência com sementes transgênicas e agrotóxicos. A produção agrícola, que tem seu cerne o lucro, não organiza uma cadeia produtiva em função da demanda por alimento e proteção da natureza. Agora está nas mãos do Presidente Lula vetar esse PL do veneno. A escolha é garantir a continuidade da vida no Planeta ou permitir o envenenamento do povo brasileiro.

  8. O Lula não pode ficar com o desgaste de vetar e o veto ser derrubado. Não vai conseguir vetar o resultado das eleições municipais e nem o resultado de 2026. Se o povo continuar elegendo bagulho, é isso que terá. A esquerda tem de ir à luta para ganhar, primeiro as consciências, depois as eleições. Mobilização já!

  9. Agrotóxico mata milhares de agricultores anualmente e ,um pouco mais lentamente, os consumidores, de câncer e suas variantes.
    Por favor presidente Lula! E preciso vetar o pacote do veneno!!! Cadê a coerência ambiental e a preocupação com o agricultor e agricultora brasileiros?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *